Hábitos simples ajudam no combate às pedras nos rins

dormir-pouco
Dormir pouco aumenta as chances de hipertensão
13 de janeiro de 2017
arritimia
Estresse pode causar arritmia cardíaca; saiba como identificar e tratar
27 de janeiro de 2017
Show all
pedra-rins

Dores na região lombar, que ao ficarem mais intensas, se espalham para a região abdominal e posteriormente genital. Esses são os principais sintomas de uma crise de cálculo renal, ou pedras nos rins, uma doença que está se tornando cada vez mais comum no país. Isso se deve, principalmente, a piora na qualidade da alimentação, apontam os especialistas, que também alertam para o descaso das pessoas com a própria saúde.

Existem diversas técnicas, algumas delas consideradas até simples, capazes de evitar a formação de cálculos renais. É importante também que as pessoas visitem constantemente médicos urologistas e nefrologistas para evitar ou se livrar desse problema de saúde. Aprenda a seguir alguns cuidados simples que podem ser tomados para evitar as temidas pedras nos rins:

– Manter o corpo hidratado é fundamental, pois quando ingerimos pouco líquido, as chances de o cálcio e de outros nutrientes se acumularem nos rins e formarem cristais aumentam. E eles podem se transformar em cálculos.

– Importante ficar atento em dias quentes, já que o número de casos de cálculo renal aumenta cerca de 30% no verão. O motivo é a perda de líquido com a transpiração. Novamente, é importante consumir bastante água e usar roupas leves para transpirar menos.

– Controle a quantidade de açúcar e modere o sal. O açúcar aumenta o pH do sangue, deixando-o ácido, enquanto o sódio aumenta a concentração de cálcio, fósforo e ácido úrico nos rins, elevando as chances de formação de pedras.

– Procure comer menos proteínas, como a carne vermelha e outros produtos de origem animal. São alimentos que também aumentam as taxas de ácido úrico, contribuindo assim para o surgimento de cálculos.

– Evite excesso de álcool e não deixe de praticar atividades físicas, pois ingerir bebida alcoólica em grande quantidade e manter uma vida sedentária favorece o surgimento de doenças, como o cálculo renal.

Diagnostico e exames

Caso você apresente algum dos sintomas citados, procure um especialista. Apesar das fortes dores, o cálculo renal pode ser controlado com medicamentos. Para diagnosticar e dar início ao tratamento é necessário a realização de exames ultrassonografia e radiografia de abdômen. Fora do período de crise é possível realizar uma avaliação metabólica através de exames de sangue e urina, que podem indicar o fator formador das pedras nos rins.