Dores nos joelhos podem ser sinais de lesão no menisco

arritimia
Estresse pode causar arritmia cardíaca; saiba como identificar e tratar
27 de janeiro de 2017
miocardio
Cansaço excessivo pode ser sinal de miocardite
10 de fevereiro de 2017

Sentir dores nos joelhos com frequência não é normal, ainda mais quando o problema interfere na rotina, seja na caminhada pós-trabalho, em corridas leves, ou até mesmo quando se sobe e desce uma escada. Quando isso acontece, muitas pessoas têm o hábito de se automedicarem. Um erro que pode causar muitos danos à saúde.

Dores frequentes nos joelhos, independente da intensidade, podem ser sinais de uma lesão no menisco, uma cartilagem que se encontra dentro dos joelhos. Os meniscos são essenciais para o funcionamento da articulação dos joelhos, agindo como lubrificantes, estabilizadores, amortecedores e distribuidores de carga dentro da articulação.

As lesões mais comuns no menisco acontecem através de trauma indireto, entorse do joelho, ou por trauma direto, quando há uma queda ou pancada. Ao longo do tempo, o menisco também pode vir a sofrer lesões por causa de sobrecarga, instabilidades não tratadas e até mesmo por um desgaste degenerativo, rompendo-se sem causa aparente.

Além das dores nos joelhos, os principais sintomas de lesão no menisco são a sensação de falseio ao pisar, dificuldades para apoiar o pé no chão, limitação para flexionar ou alongar as pernas, e em casos mais graves, o bloqueio da articulação. O diagnóstico da lesão só é possível ser feito através de exames físicos e de imagem, como raio-x e ressonância magnética.

O tratamento das lesões nos meniscos varia de acordo com a gravidade. Quando mais leve, os especialistas recomendam o uso de gelo, analgésicos, anti-inflamatórios e fisioterapia. Quando a lesão for maior e mais complexa, indica-se o tratamento cirúrgico, removendo parte do menisco ou suturando a lesão. O tempo de recuperação também varia.