Dor pélvica na gravidez: saiba as causas e veja como aliviar

pregnant
Pré-natal é essencial para identificar e prevenir doenças na mãe e no bebê
2 de maio de 2018
tireoide
4 principais exames que avaliam a saúde da tireoide
21 de maio de 2018
Show all
dor_pelvica

Você está grávida e sente dor para andar? Dormir à noite é difícil e ao se levantar sente dor nos quadris? Isso pode ser a dor pélvica, sintoma muito comum entre as gestantes. Geralmente, ela não é prejudicial para o bebê, mas pode incomodar muito a gestante, dificultando sua forma de locomoção e deixando a mulher mais cansada.

A dor pélvica na gravidez pode ser sentida na parte inferior das costas, nos quadris, na virilha e no interior das pernas. Ela acontece devido ao aumento do peso do bebê, pela mudança de postura da gestante e também pelo relaxamento das articulações pélvicas por causa do hormônio relaxina, que prepara a musculatura para a hora do parto. Quem está acima do peso ou sofreu lesões na pelve ou na bacia antes da gravidez, tem mais chance de ter a dor pélvica.

Dicas para aliviar a dor pélvica na gravidez

Fazer algumas pequenas mudanças nas atividades cotidianas podem ajudar a amenizar a dor pélvica e o desconforto na gravidez. Veja o que você pode tentar:

  • Durma de lado com um travesseiro entre as pernas.
  • Evite ficar de pé em uma perna só, portanto, tente se vestir sentada.
  • Pratique exercícios físicos leves, como pilates e ioga.
  • Faça exercícios para fortalecer o assoalho pélvico.
  • Não carregue objetos muito pesados. Peça ajuda.
  • Ao pegar um objeto no chão, dobre os joelhos e não incline a coluna.
  • Evite sentar de pernas cruzadas.
  • Use sapatos confortáveis e planos.
  • Mantenha os joelhos juntos ao entrar e sair do carro.
  • Lembre-se de manter uma boa postura.
  • Descanse com mais frequência.

Se a dor pélvica persistir e for muito intensa, é muito importante consultar seu médico. Apesar de ser comum durante a gravidez, em alguns casos, a dor pélvica também pode ser sinal de uma complicação, como parto prematuro ou gravidez ectópica.