7 atitudes para uma vida saudável

img11
Os benefícios da dança para a saúde
24 de junho de 2016
img09
Mude seus hábitos e afaste o câncer de você
1 de julho de 2016

No dia 07 de abril é comemorado o Dia Mundial da Saúde, data cujo objetivo é promover a conscientização sobre qualidade de vida e os diferentes aspectos que afetam a saúde da população. Mas, afinal o que é ter saúde?  A saúde não é a ausência de doenças, mas sim um conjunto de fatores como qualidade de vida, bem-estar físico e mental que determinam o estar saudável, de acordo com a própria Organização Mundial de Saúde.

Pensando nisso, elencamos 7 ações para ter, plenamente, uma vida saudável:

1) Comer melhor: ter uma alimentação adequada é essencial para a saúde. Optar por alimentos naturais, coloridos e variados, sem exagero e regularmente, além de evitar produtos prontos para consumo, já são passos importantes na promoção da saúde.

2) Hidratar-se com água: aproximadamente 70% do corpo é composto por água e todas as células do nosso organismo precisam dela, por isso a água é fundamental para o bom funcionamento do corpo.

3) Praticar exercícios físicos: os benefícios de praticar atividades físicas para o corpo e mente são muitos, pois além de trazerem mais disposição, energia e estimularem hormônios que dão sensação de bem-estar, também combatem doenças como obesidade, hipertensão, doenças cardiovasculares e diabetes.

4) Dormir bem: Quando as luzes se apagam e você dorme, o cérebro trabalha em quatro ciclos diferentes do sono, cada um responsável por uma função. O REM (sigla em inglês Rapid Eye Movement) é a etapa final do sono profundo e está relacionada à assimilação das informações recebidas durante o dia e à consolidação da memória. Portanto, uma boa noite de sono não é só importante para o descanso do corpo, como também é crucial para manter as habilidades de aprendizagem e memorização do cérebro.

5) Controlar a mente: o estresse é um fator que contribui para o desenvolvimento de doenças física e psicológicas, e quanto maiores os níveis, mais impactos na saúde. Por isso, é importante não se deixar levar pelas preocupações. Rir mais, ter uma postura positiva em relação a vida, comemorar as pequenas vitórias do dia a dia e se automotivas são maneiras de aliviar as dificuldades que todos enfrentam e, de quebra, barrar o estresse.

6) Amar-se: o que pensamos de nós mesmos reflete em todos os aspetos externos da vida. Esse movimento, de dentro para fora, é que determina a postura que teremos diante de todas as situações, por isso valorizar a si mesmo, reconhecer qualidades e conquistas é importante para nos darmos o devido valor e enxergarmos a nós mesmos com olhos mais generosos.

7) Cultivar uma rede de amizades: uma pesquisa da Universidade Brigham Young, nos EUA, revelou que quem vive cercado de amigos e vizinhos pode viver até 50% mais do que alguém que vive só, pois não ter apoio social pode diminuir mais as chances de sobrevivência. Ter com quem dividir os sofrimentos pode reduzir a tristeza pela metade, já que os amigos oferecem apoio e a pessoa se sente mais forte para enfrentar a situação. A alegria, quando compartilhada, também se torna ainda maior, afinal é celebrada duplamente. Como diz aquela famosa canção de Tom Jobim: “é impossível ser feliz sozinho” e, como felicidade é sinônimo de saúde, ser feliz é ser saudável!